Espinafres equipados com a capacidade de comunicar com cientistas

Rúbrica Científica

O meio ambiente possui uma quantidade enorme de informação que é captada pelos seres vivos, nomeadamente as plantas. Seria incrível se pudéssemos ter acesso à informação que nos rodeia. Desta forma, engenheiros do MIT desenvolveram um método capaz de transformar espinafres em sensores com capacidade de identificar materiais explosivos e enviar a informação recolhida aos cientistas, com recurso a nanotecnologia.

Os cientistas aplicaram nanotubos de carbono nas folhas das plantas que emitem um sinal quando as raízes da mesma identificam a presença de compostos nitroaromáticos, normalmente presentes em minas terrestres, nos lençóis freáticos. Este sinal é lido por uma câmara de infravermelhos e, de seguida, é desencadeado o envio de um email alerta, para os cientistas.

Esta experiência faz parte de um projeto alargado de incorporação de componentes e sistemas eletrónicos em plantas, uma tecnologia conhecida como “nanobiónica vegetal”.

Apesar de terem explorado esta tecnologia para o fim já mencionado os cientistas pensam que a mesma pode ser utilizada noutras condições, nomeadamente em contexto de poluição, uma vez que as plantas absorvem muitas das informações que as rodeiam, conseguindo, por exemplo, prever uma seca. Segundo os cientistas, se conseguirmos entender as vias de sinalização químicas, teremos ao nosso alcance uma riqueza enorme em termos de informação.

Scientific Junior Value, Generating Success

Relacionados

Nova solução de degradação de plásticos descoberta no estômago das vacas

Rúbrica Científica
25 julho 2021

Nova terapia genética na luta contra a cegueira

Rúbrica Científica
27 junho 2021

A ciência por detrás da dor emocional

Rúbrica Científica
27 maio 2021

Depressão e envelhecimento celular: estarão relacionados?

Rúbrica Científica
25 abril 2021